JOGOS OLÍMPICOS
RIO 2016
Os Jogos Olímpicos
no Rio de Janeiro
RIO 2016
Região do Maracanã
RIO 2016
Região da Barra da Tijuca
RIO 2016
Região de Copacabana
RIO 2016
Região de Deodoro

RIO 2016 - REGIÃO DA BARRA DA TIJUCA

NADO SINCRONIZADO



Um Breve Histórico do Esporte Nado Sincronizado

O Nado Sincronizado, também conhecido como Natação Sincronizada, é um esporte que mistura elementos da Natação, Dança e Ginástica e inclui mergulho, acrobacias, elevadores, e os movimentos de resistência. Ele consiste na execução, dentro de uma piscina, de uma rotina de movimentos ao ritmo da música. No início era mais praticado por homens, mas já na década de 1920 começou a se popularizar entre as mulheres, que atualmente, são maioria em sua prática. O Nado Sincronizado se espalhou pelo mundo através das apresentações da nadadora australiana Annette Kellerman, que fez apresentação em Nova Iorque em 1907. O Nado Sincronizado era conhecido no começo do século XX como Ballet Aquático, sua primeira competição ocorreu em Berlim, no ano de 1891. O nome Nado Sincronizado apareceu somente em 1933, durante o primeiro Campeonato Mundial, que ocorreu em Chicago.

As regras do esporte foram definidas na década de 1940 e nos anos 50, o Canadá já praticava largamente a Modalidade de forma que até a década de 90 os dois vizinhos da América do Norte monopolizavam os principais Torneios Mundiais. Em 1954, a Federação Internacional de Esportes Aquáticos - FINA reconheceu o Nado Sincronizado como uma disciplina da Natação e no ano seguinte foi disputado o primeiro Torneio Internacional, os Jogos Pan-americanos da Cidade do México. Na década de 1940 e 50, Esther Williams tornou-se uma sensação de Hollywood, realizando rotinas de Nado Sincronizado em uma série de filmes.

O Nado Sincronizado tornou-se um Esporte Olímpico de exibição em Londres - 1948 e assim permaneceu até o México - 1968, mas só foi reconhecido como Modalidade Oficial em Los Angeles - 1984, quando os Duetos e Equipes de quatro a oito nadadores foram autorizados a competir. Rotinas livres também são uma parte importante da Natação Sincronizada, porque dão aos nadadores a oportunidade de demonstrar arte, coreografia e interpretação musical. Rotinas de Nado Sincronizado podem durar de dois e meio a cinco minutos, dependendo dos requisitos técnicos e do número de nadadores. Solos são feitos geralmente em menos de três minutos, mas Equipes grandes podem fazer uso de rotinas maiores para incluir todos os elementos técnicos necessários. As rotinas de Nado Sincronizado exigem controle da respiração excepcional, por isto os juízes também levam em consideração a capacidade dos nadadores para preservar a ilusão de ausência de esforço, mantendo a respiração por até dois minutos. Nos Jogos Olímpicos e competições do Campeonato Mundial não são permitidas a participação de homens.

As Ccompetições são relizadas em duas partes: exercícios técnicos e exercícios livres para exibir a coreografia acompanhada de música. As apresentações podem ser de três formas: em Solo, por um único atleta; em Dueto por dois atletas e em Equipe com quatro ou oito atletas. Os juízes avaliam o desempenho dos nadadores, pontuando com notas até 10 pontos. São levadas em consideração a qualidade técnica, graça, delicadeza, sincronia dos movimentos com a música, criação artística dos movimentos. Os nadadores perdem pontos quando tocam o fundo da piscina, descansam na borda ou não se mantenham sorridentes durante a apresentação.

Os Eventos e Campeonatos Internacionais são organizados pela Federação Internacional de Natação - FINA, que tem 191 países associados. No Brasil é a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos - CBDA a responsável pelo esporte. A piscina utilizada para as competições tem três metros de profundidade e deve medir no mínima 12×12 metros, a temperatura da água deve ficar entre 25 e 27ºC. Aproximadamente dois terços de uma rotina de natação é realizada sob a água. A Rússia e os Estados Unidos dividem o status de maior potência mundial deste esporte. Canadá e Japão também têm boas participações ao longo da história. Os Estados Unidos são os maiores vencedores em todas as edições deste esporte nos Jogos, seguido pelo Canadá.

No Brasil o Rio de Janeiro foi o berço da Modalidade no país incentivado pela Professora Maria Lenk que organizou um grupo de balé aquático sem fins competitivos na Escola Nacional de Educação Física e Desportos da Universidade do Brasil, no Rio, em 1943. A primeira competição aconteceu na Associação Cristã de Moços do Rio em 1948, ainda sob a organização da Professora Maria Lenk. A fase competitiva do esporte começou em 1954, durante os Jogos da Primavera, na antiga piscina do Fluminense. As regras do Nado Sincronizado foram traduzidas para o português pela primeira vez em 1957.

Quando o Nado Sincronizado estreou como esporte oficial em Los Angeles - 1984, o Brasil foi representado pelas irmãs Paula e Tessa Carvalho no Dueto que terminou na 13a colocação e Paula foi a 11a no Individual. As brasileiras conquistaram a primeira Medalha no Pan-americano e ascenderam no ranking mundial, o que fez crescer o interesse pela Modalidade. No Dueto as gêmeas Carolina e Isabela de Moraes são as maiores representantes atualmente do Brasil, e ficaram entre as doze melhores do mundo na Olimpíadas de Sydney - 2000. No Pan-americano de 1963, oito brasileiras participaram dos Jogos e em Santo Domingo - 2003, na República Dominicana as gêmeas Carolina e Isabela de Moraes subiram ao pódio para receber Medalha de Bronze.



ALGUNS MOVIMENTOS E POSIÇÕES PRATICADOS NO NADO SINCRONIZADO
FLAMINGO O rosto fica na superfície, uma perna fora da água a 90o em relação à superfície e a outra flexionada junto ao peito ou a nadadora pode estar submersa.
DOLFINHO De costas, a nadadora afunda e faz um movimento em circunferência até o corpo todo alcançar a posição inicial.
GIROS Na posição vertical, de ponta-cabeça, podem ser em meia volta - 180o, completo - 360o e twirl - meia volta rápida. O eixo longitudinal não se altera e os joelhos se mantêm na superfície.
PARAFUSO Semelhante ao giro, só que com o corpo em movimento vertical, para cima ou para baixo.
CANCÃ

Na posição de costas, com uma das pernas estendida a 90o< em relação ao corpo. Na versão submersa, o nível da água fica entre o joelho e o tornozelo.

CARPADA

Quadris flexionados num ângulo de 90o, as pernas ao nível da superfície e a cabeça para baixo.



O Nado Sincronizado nos Jogos Olímpicos - RIO 2016 -

Nos Jogos Olímpicos - RIO 2016, as competições de Nado Sincronizado foram realizadas entre os dias 14 e 19 de agosto, com a disputa de duas Provas - Equipes e Duetos. O Brasil esteve representado por nove nadadoras, que participaram dos dois Eventos. O melhor desempenho brasileiro coube à Equipe Brasileira, que terminou na sexta posição. No RIO 2016 os dois países que mais possuem Medalhas no Nado Sincronizado em Jogos Olímpicos, Estados Unidos e Canadá ficaram fora do Pódio.

PARTICIPAÇÃO NO NADO SINCRONIZADO
TORNEIO FEMININO
24 Países
104 Nadadoras
2 Modalidades de Provas
6 Medalhas

As nadadoras foram avaliadas em três quesitos: execução, dificuldade e impressão artística – que inclui coreografia, interpretação da música e forma de apresentação. Durante as apresentações, as nadadoras não podem usar o fundo da piscina para se apoiar ou ajudar uma companheira. As piscinas possuem sistemas de som dentro d’água para que as nadadoras acompanhem a música da coreografia. Na apresentação por Equipes, cada país deve inscrever nove concorrentes, mas apenas oito podem participar da Competição. Dependendo do tempo que a nadadoras ficam submersas, um clipe nasal pode ser utilizado para impedir que a água entre no nariz.

EQUIPE DO BRASIL NO NADO SINCRONIZADO
EQUIPE
Luisa Borges Maria Bruno Pamela Nogueira
Beatriz Feres Branca Feres Lorena Molinos
Lara Teixeira Maria Clara Lobo Maria Eduarda Miccuci
DUETO
Maria Eduarda Miccuci Luisa Borges

O Centro Aquático Maria Lenk, construído para o Pan 2007, que faz parte do Centro Olímpico do Rio - COR foi novamente o Palco do Nado Sincronizado no RIO 2016.

PREMIAÇÃO DO NADO SINCRONIZADO
MEDALHAS
Modalidade Dia Ouro Prata Bronze
Duetos Femininos 16 ago Natalia Ishchenko e Svetlana Romashiva - RUS Xuechen Huang e Wenyan Sun - CHN Yukiko Inui e Risako Mitsui - JPN
Equipes Femininas 19 ago RÚSSIA CHINA JAPÃO


Eventos do Nado Sincronizado


Apresentação do Dueto vencedor da Rússia e imagens do Centro Aquático Maria Lenk.

Apresentação da Equipe do Brasil.

Apresentação da Equipe da China - Medalha de Prata.

Apresentação da Equipe da Itália.

Apresentação da Equipe do Japão - Medalha de Bronze.

Apresentação da Equipe da Rússia - Medalha de Ouro.

Apresentação da Equipe da Ucrânia.

Premiação das Equipes Vencedoras: RÚSSIA, CHINA e JAPÃO.

RIO 2016 - REGIÃO DA BARRA DA TIJUCA Basquetebol e Handebol Judô e Lutas Olímpicas Esgrima e Taekwando Ginástica Artística Ginástica Rítmica
Ginástica de Trampolim
Natação
Nado Sincronizado Polo Aquático
Saltos Ornamentais
Ciclismo de Pista
Tênis e Golfe
Levantamento
de Peso e Boxe
Tênis de Mesa
Badmington
Atletismo - Marcha Atlética
Ciclismo de Estrada



Retorna à página JOGOS OLÍMPICOS - RIO 2016
Retorna ao início da página