MADUREIRA



História do Bairro de Madureira

No início do século XIX, a região onde se encontra o Bairro de Madureira era o chamado "sertão carioca". Esta região era composta por grandes propriedades rurais e uma delas era a Fazenda do Campinho, situada na Freguesia do Irajá. Seu proprietário era o Capitão Francisco Ignácio do Canto, que tinha como arrendatário um boiadeiro de nome Lourenço Madureira. Com a morte do capitão o arrendatário e a viúva do proprietário, Rosa Maria dos Santos, travaram uma batalha judicial pela posse das terras e Lourenço Madureira venceu a disputa e deteve a propriedade do imóvel até falecer, em 16 de fevereiro de 1851. Após a morte do boiadeiro, com o loteamento da fazenda, surgiu a semente do que viria a se tornar o Bairro de Madureira.

Em 1858 os trilhos da Central do Brasil chegaram à região, com a construção da Estação Cascadura e em 1890, foi inaugurada a Estação Madureira, que recebeu essa denominação em homenagem ao boiadeiro e a denominação acabou dando nome ao Bairro que se formou na região. Em 1897, foi inaugurada a Estação Dona Clara, que daria origem à localidade Dona Clara, que com o tempo se transformaria em Serrinha, Oswaldo Cruz e Magno, adjacências de Madureira.

Em 1914, foi fundado o Fidalgo Futebol Clube que daria origem ao Madureira Esporte Clube. Nesse mesmo ano, foi inaugurado o Mercado de Madureira, embrião do atual Mercadão de Madureira. Entre 1916 e 1937, os bondes a tração animal foram substituídos por bondes elétricos. Na década de 1960, foi construído o Viaduto Negrão de Lima. Embaixo do viaduto, nos anos de 1990 teve início um dos principais movimentos culturais do bairro e da cultura negra da cidade: o Baile Charme de Madureira, considerado atualmente o maior do país.

O bairro é berço de duas das maiores e mais tradicionais Ecolas de Samba do Carnaval do Rio de Janeiro: a Portela que é uma das mais antigas da cidade, que já foi vinte e duas vezes campeã do Carnaval e a Império Serrano, nove vezes campeã totalizando trinta e um campeonatos para o Bairro, dando a ele o maior número de campeonatos do que qualquer outro. O bairro também abrigar a Escola de Samba Tradição e diversos blocos de carnaval o que faz dele uma referência em matéria de carnaval.O bairro foi cantado em verso e prosa por diversos intérpretes da Música Popular Brasileira, tendo ficado famoso na voz de Clara Nunes e de Paulinho da Viola. Tem também a Praça do Samba, que conta com um palco em formado de concha acústica e capacidade para 3.000 pessoas em pé, 350 sentadas e área reservada para os cadeirantes, fica localizada no Parque de Madureira.

Madureira fica localizada na Zona Norte da Cidade do Rio de Janeiro e possue uma população predominante de classe média-baixa e classe baixa. Possue uma grande diversidade de transportes que leva a várias partes da cidade, outra característica é a variedade de estabelecimentos comerciais, sendo o maior polo comercial e econômico dos subúrbios cariocas.

Madureira é muito conhecida pelo "Mercadão de Madureira" que teve início como uma quitanda de hortifrutigranjeiros e em 1959 passou a ser o Grande Mercado de Madureira, que viria a ser chamado popularmente de “Mercadão”, com a aberura do CEASA ele se diversificou e seus produtos ficaram conhecidos pela grande variedade e preços acessíveis. Em 2000 um incêndio destruiu todas as suas instalações, mas ele foi recostruído e reinaugurado.


As fotos mostram: uma rua do Bairro; o Viaduto Negrão de Lima que foi totalmente restaurado para receber o Bus Rapid Transport - BRT; as torres e linhas de transmissão da Light, concessionária de energia da cidade do Rio de Janeiro, que se espalham pelo Bairro e que possue uma importante Estação no vizinho Bairro de Cascadura e a Estação do BRT que atende ao Bairro.





Retorna ao Início da Página



O Parque de Madureira

O Parque Madureira é um parque de 450 mil metros quadrados, inaugurado em 23 de junho de 2012 e ampliado em 2015, fica situado no Bairro de Madureira e é o terceiro maior parque da cidade, somente menor que o Parque do Flamengo e a Quinta da Boa Vista. Foi construído em um antigo terreno da Light ocupado por 900 famílias da Favela Vila das Torres, que foram removidas para a realização do projeto de construção do parque. Além disto a 29ª Delegacia Policial, que ficava na área mais ao norte de Madureira, anteriormente conhecida como Magno foi deslocada para Oswaldo Cruz, para ficar mais próxima do parque e a rede elétrica da Light foi compactada, para ceder espaço ao parque.

Possui uma ampla estrutura de lazer que contempla quadras para a prática de esportes populares como bocha e skate, ciclovias, bosques e riacho, a Praça do Conhecimento, uma lan house pública e a Praça do Samba onde possui um formato circular com os símbolos das duas maiores escolas de samba do Bairro no chão. O parque é totalmente sustentável, possui centro de visitantes com iluminação movida a energia solar, sistema de irrigação que evita desperdícios, aproveitamento de água da chuva e 400 lâmpadas LED.

A área inicial, de 1,5 quilômetro de extensão, incorporou uma faixa territorial de 3,5 quilômetros, passando a somar 450 mil metros quadrados, ao longo da linha férrea e da faixa de transmissão da Light. Foi ampliado em 2015 contando com algumas novidades, como um circuito de bike para praticantes do esporte, além da construção de uma nova pista para BMX, patins, patinetes e skate para iniciantes e de um centro de treinamento de tênis.

Uma visita ao Parque de Madureira




































Acesso ás Páginas da História do Rio de Janeiro
| A Descoberta | Os Franceses no Rio | Villegagnon - A França Antártica | São Sebastião do Rio de Janeiro - Uma Fundação em Etapas |
| O Rio no Final do Século XVI | O Século XVII | O Século XVIII | D. João VI no Rio | Os Impérios | A República |

Acesso ás Páginas de Encantos do Rio de Janeiro
| Baía de Guanabara | Barra da Tijuca | Botafogo | Catete | Centro | Cosme Velho | Copacabana | Del Castilho | Engenho de Dentro | Flamengo |
| Gávea | Glória | Ilha do Fundão - Cidade Universitária | Ilha do Governador | Ipanema | Jacarepaguá | Jardim Botânico |
| Lagoa Rodrigo de Freitas | Laranjeiras | Leblon | Leopoldina | Madureira | Região do Novo Porto do Rio | São Conrado | São Cristóvão | Tijuca |
| Jogos Pan-Americanos - RIO 2007 | O Rio de Janeiro nos seus 450 Anos - 1565 a 2015 | Jogos Olímpicos - RIO 2016 |