Os Impérios O Primeiro Império
D. Pedro I -
1822 a 1831
O Segundo Império -
O Período das Regências
Trinas - 1831-1835
O Segundo Império -
O Período das Regências Unas
1835-1840
O Segundo Império -
D. Pedro II - 1840-1889





"No Brasil de inícios do oitocentos, apesar de algumas deficiências, foram implantadas certas práticas fundamentais da cultura política do liberalismo: uma monarquia constitucional que continuava aliada à Igreja, colocada doravante a seu serviço, pois à falta de uma ideologia da nação, ainda se fazia necessária a doutrina cristã para reunir os indivíduos e um corpo social; uma sociedade em que reinavam os homens ilustrados, cujo papel era o de orientar a opinião pública; uma liberdade que não ultrapassasse os direitos alheios e uma igualdade que se restringisse ao plano da lei.

Essa proposta decorria de uma evidente percepção ilustrada da realidade, que se generalizou nas duas décadas do século XIX. Percepção que significava, fundamentalmente, superar as visões litúrgicas de uma ordem imemorial para reconhecer na política do Estado um instrumento de ação sobre a sociedade. A fragilidade dessas transformações, no entanto, evidenciaram, de um lado a manutenção do poder como um segredo corporativo do reservado grupo que gozava os favores da Corte; de outro, na persistência, ao estilo do Antigo Regime, da figura do monarca como pólo aglutinador das vontades políticas, ao invés de transformar-se para a idéia, abstrata em demasia, da nação. O liberalismo no novo Império brasileiro, portanto, padecia de limites da esfera propriamente pública. O Império do Brasil nasceu sob o signo de um Estado cujos traços pareciam atribuir, na realidade, ao absolutismo ilustrado a paternidade."(1)

 

(1) - NEVES, Lúcia Maria Pereira das: "Liberalismo Político no Brasil: Idéias, Representações e Práticas (1820-1823)", in O Liberalismo
no Brasil Imperial - Origens, Conceitos e Prática
. Rio de Janeiro, Editora Renan, 2001, pág. 100."


Continua na página OS IMPÉRIOS - O PRIMEIRO IMPÉRIO - D. PEDRO I - 1822 a 1831
 




Acesso ás Páginas da História do Rio de Janeiro
| A Descoberta | Os Franceses no Rio | Villegagnon - A França Antártica | São Sebastião do Rio de Janeiro - Uma Fundação em Etapas |
| O Rio no Final do Século XVI | O Século XVII | O Século XVIII | D. João VI no Rio | Os Impérios | A República |

Acesso ás Páginas de Encantos do Rio de Janeiro
| Baía de Guanabara | Barra da Tijuca | Botafogo | Catete | Centro | Cosme Velho | Copacabana | Del Castilho | Engenho de Dentro | Flamengo |
| Gávea | Glória | Ilha do Fundão - Cidade Universitária | Ilha do Governador | Ipanema | Jacarepaguá | Jardim Botânico |
| Lagoa Rodrigo de Freitas | Laranjeiras | Leblon | Leopoldina | Madureira | Região do Novo Porto do Rio | São Conrado | São Cristóvão | Tijuca |
| Jogos Pan-Americanos - RIO 2007 | O Rio de Janeiro nos seus 450 Anos - 1565 a 2015 | Jogos Olímpicos - RIO 2016 |